Final do 1º. Desafio Universitário de Turismo tem equipe de São Carlos como vencedora

Competição contou com 17 equipes que apresentaram soluções para o desenvolvimento do turismo na cidade de Catanduva (SP).

A Organizado pela Agência de Comunicação ECA Jr (USP SP) e apoiado pela Confederação Nacional do Turismo e a Associação Brasileira das Entidades de Gastronomia, Hospedagem e Turismo (Abresi), o Desafio Universitário de Turismo foi a primeira competição de solução de Cases por estudantes das graduações de Turismo e Hotelaria do Estado de São Paulo e a final aconteceu no ultimo dia 25.
Como fazer o Turismo avançar em uma cidade ? Este foi o desafio principal, buscando encontrar propostas inteligentes, capazes de contribuir com o desenvolvimento turístico de um Case em torno da cidade de Catanduva, no Estado de São Paulo. Além de boas ideias, as propostas precisariam estar embasadas no estudo detalhado da situação presente de Catanduva, para que pudessem ser incorporadas ao Plano Diretor de Turismo da cidade, sendo necessário especificar qual o caminho a ser seguido, com todas as providências necessárias, para a implantação da ideia.

Após uma ampla seleção de Cases, os cinco finalistas escolhidos foram submetidos a uma banca avaliadora composta por Natália Bellissimo – Secretaria de Planejamento de Catanduva, Profª Drª Débora Braga – Coordenadora do curso de Turismo da USP, Silvia Valente – Coordenadora do Curso de Turismo da Universidade Anhembi Morumbi e Priscila Planello – Sócia da empresa T4.
A equipe Azul, composta dos estudantes de Turismo Iury Barbosa, Carolina Garcia e Nicolas Moura, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR), foi a vencedora. A premiação foi anunciada após a apresentação dos cinco trabalhos finalistas, entre os 17 inscritos.

Segundo Andressa Lima, diretora de turismo da Eca Jr, a ideia do Desafio surgiu da necessidade de diversificar os eventos do setor, porque em competições de soluções de Cases, não se via uma representação do universitário que cursa Turismo. Então, pegamos a ideia desse formato de evento, fizemos um projeto e corremos atrás de um Case que conseguisse despertar o máximo de aprendizado nos alunos. Esperamos que essa seja a primeira edição de muitas, e desejamos expandi-lo, deixando em nível nacional, para que todos os graduandos de turismo e hotelaria do Brasil possam participar, frisa.

A Secretária de Planejamento de Catanduva, Natália Bellíssimo, afirma que “o projeto tem potencial e será levado para os órgãos competentes para ser discutido e avaliado, para sabermos da possibilidade de ser inserido no plano diretor. Provavelmente a equipe da UFSCAR será levada para Catanduva para conhecer o município e discutiremos com eles as melhorias que devem ser feitas no projeto. Mas a ideia é que seja inserido no plano diretor do Turismo da cidade”.
Iuri Barbosa, integrante da equipe vencedora, explica que a partir do caso apresentado, a equipe diagnosticou que a vocação da cidade de Catanduva era a do Turismo Cultural. A partir daí, os estudantes desenvolveram um projeto misturando turismo e gastronomia. A ideia é criar um passaporte para que, ao visitar os estabelecimentos participantes, o visitante acumule pontos para serem trocados por descontos em lanches e atrações culturais da cidade.

Como premiação, além de um Tablet para cada integrante, a equipe poderá trabalhar na aplicação da sua resolução junto à empresa patrocinadora (T4), sendo uma oportunidade de agregar novos conhecimentos à sua experiência profissional.

A apresentação dos projetos finalistas e a premiação aconteceram no auditório do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (SinHoRes-SP), em São Paulo.

Crédito da imagem: Mariana Piagentini – ECA Jr

 

Pin it