FOHB Promove Encontro com Ministro do Turismo em São Paulo

O FOHB (Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil), representado pelo presidente Roberto Rotter, além de vice-presidentes, diretores e conselheiros da entidade, se reuniram com o ministro do Turismo, Vinicius Lages, na manhã de 28 de julho, em São Paulo. O encontro teve como objetivo principal tratar de assuntos ligados ao setor hoteleiro no Brasil e debater as principais ações do Governo Federal para colaborar com o desenvolvimento da hotelaria no País.

Na ocasião, o FOHB apresentou as pesquisas com resultados das redes hoteleiras durante a Copa do Mundo e os planos dos empreendedores ao longo dos próximos anos para a ampliação do parque hoteleiro em todo o Brasil. Entre 2015 e 2016, a oferta de unidades habitacionais das redes associadas ao FOHB vai crescer 23%, com acréscimo de mais de 30 mil UH´s nesse período e cerca de 150 novos hotéis, reforçou Roberto Rotter. Por isso, o desenvolvimento do Turismo no Brasil também foi debatido pelos empresários do setor, com destaque para a infraestrutura turística, especialmente as ações do MTur para a promoção dos destinos interna e externamente, que colaboraria com boas taxas de ocupação ao longo de todo o ano.

Durante o evento, o FOHB também discorreu sobre pautas legislativas e regulatórias que impactam negativamente o setor e que requerem o apoio do Governo. Entre elas, o Projeto de Lei 7337/14, que trata do cancelamento de reserva efetuado 72 horas antes do check-in, alterações da Lei Geral do Turismo, documentação Cadastur (transformação da portaria em Lei), Projeto de Lei 57/2010, que regulamenta a gorjeta, desoneração da folha de pagamento, CVM, ECAD e contratação de pessoal em períodos de curta duração.

O ministro Vinicius Lages demonstrou total apoio ao setor, enfatizando em seu discurso o legado positivo para o Brasil após a Copa do Mundo, a importância da promoção dos destinos, regulação e fiscalização, abordou as perspectivas futuras para o turismo no Brasil: o papel do Ministério do Turismo pós-copa, profissionalização e capacitação, revisão da Lei Geral do Turismo, e falou sobre financiamentos para o setor hoteleiro, assim como o apoio ao empreendedor nas pautas propostas. Vamos trabalhar juntos tanto para manter uma agenda legislativa, como para tratar de assuntos de investimento e financiamento para a hotelaria a partir de um cronograma de diálogos com o BNDES, disse o ministro, que reforçou a importância da parceria do FOHB na produção de estudos de mercado e colocou o MTur à disposição para parceria em pesquisas.

Pin it