Brasil Recebe pela Primeira Vez Mundial de Balonismo

Campeonato é realizado com apoio da Embratur, por meio do Programa de Apoio à Captação e ou Promoção de Eventos Internacionais

Pontos coloridos pintaram o céu de Rio Claro (SP) entre os dias 17 e 27 de julho. A cidade recebeu no período o 21º Campeonato Mundial de Balonismo, que aconteceu pela primeira vez na América Latina e que teve o apoio para realização da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo).

A cidade de Rio Claro sediou nos últimos anos importantes campeonatos de balonismo, como a etapa da Copa Brasil, duas edições do Campeonato Brasileiro, o 1º Campeonato Sul-Americano e o Campeonato Ibero-Americano.

Aproximadamente 35 mil pessoas passaram pelo aeroclube de Rio Claro no domingo (20) para conferir o Mundial de balonismo, segundo estimativa da Defesa Civil do município. O sucesso de público no primeiro fim de semana da competição, com presença maciça de rio-clarenses e visitantes de várias cidades, foi completado com grande quantidade de pessoas que saíram às ruas para ver a disputa entre 60 pilotos de 22 países.

Equipes da Alemanha, Argentina, Áustria, África do Sul, Brasil, Canadá, China, Estados Unidos, Espanha, França, Holanda, Inglaterra, Itália, Japão, Lituânia, Luxemburgo, México, Polônia, República Tcheca, Rússia, Suíça e Ucrânia disputaram o campeonato.

Apoio à Captação

Com o Programa de Apoio à Captação e ou Promoção de Eventos Internacionais, a Embratur apoia órgãos públicos e entidades sem fins lucrativos na captação de eventos já consolidados, com abrangência internacional e que estejam, no mínimo, em sua terceira edição. O auxílio à captação consiste em apoio à candidatura do País (e à cidade) na fase da disputa para ser a sede. Os temas podem ser técnico-científicos ou esportivos, lembrando que é necessário que o evento já tenha ocorrido em outros dois países que não o Brasil.

Está aberto edital para o programa Apoio à Captação ou Promoção de Eventos Internacionais da Embratur. Instituições públicas ou privadas sem fins lucrativos poderão participar com projetos de ações específicas para tornar o País sede de encontros que atraiam o turista de negócios.

Pin it